Moscatel do Douro

Neste Moscatel encontramos algo diferente e inovador na produção de Moscatéis na região duriense: a frescura foi valorizada, os aromas primários da uva Moscatel foram preservados. Este Moscatel dá-se a beber tão bem sozinho como acompanhado: pode ser bebido como fresco aperitivo, pode ser bebido na companhia de tartes de fruta branca ou sobremesas doces contendo frutos secos. Pode também ser apreciado em versão cocktail. Uma sugestão: Moscatel Douro Tónico, refrescante ideal: ½ Moscatel, ½ água tónica, Hortelã-pimenta, 1 rodela de limão e gelo.

Enquanto bebe, imagine – ou observe, se estiver pelas redondezas – o planalto sobre o Vale do Rio Pinhão, lugar onde as vinhas da afamada casta Moscatel Galego Branco se encontram a cerca de seiscentos metros de altitude. Aqui, onde o solo xistoso começa a dar lugar ao solo granítico, o terreno é fresco e propício ao desenvolvimento das uvas que dão singularidade a este Moscatel.

Há um raio de sol em cada gota de néctar!

 

 

Texto Eugénio Roda