Ovas de Bacalhau em Azeite

Riqueza e felicidade são associadas ao consumo de ovas pelos povos orientais. Podemos crer ou não mas, de uma forma ou de outra, é sempre verdadeira esta relação. Este pitéu enriquece-nos corpo e alma. E podemos repetir o prazer ad eternum, para felicidade nossa!

O azeite era um convencido de primeira e tinha boas razões para isso. Virou-se para o bacalhau e disse-lhe num tom superior: Deves-me mais do que julgas! O que me dás em troca? E o bacalhau respondeu: uma ova!

 

 

Ilustração António Modesto

Texto Eugénio Roda